6 ERROS Que Você Pode Estar Cometendo Quando Compara Orçamentos de Viagem!


Seja comparando orçamento entre diferentes Agências de Viagens, seja comparando entre a Agência e a internet, será que você comete algum destes erros quando compara orçamentos de viagem?

ERRO #1 – NÃO COMPARAR O QUE ESTÁ INCLUÍDO NO PACOTE DE VIAGEM

Para uma comparação justa entre orçamentos, você precisa checar se ambos incluem os mesmos produtos/serviços. Caso um deles esteja diferente, solicite a alteração (ou a faça, nos sites de buscas) antes de decidir. Ex: você pode estar comparando um orçamento que só tem aéreo e hotel, com outro que tem aéreo, hotel e transfer. E ATENÇÃO! Veja também se todos os orçamentos já incluem as taxas de embarque, no caso de passagens aéreas.

ERRO #2 – NÃO COMPARAR A QUALIDADE DOS PRODUTOS E SERVIÇOS DO PACOTE DE VIAGEM

Esse é um dos erros mais comuns! Um orçamento pode estar mais barato porque tem produtos ou serviços ruins. Verifique as conexões dos voos de cada orçamento, o tempo destas conexões, se haverá troca de aeroporto, os horários de saída e chegada, etc. O mesmo vale para tipos de quarto e localização de hotéis, tipos de passeios (se privativo ou regular; se em grandes ou pequenos grupos), regime de alimentação do hotel, etc. Fique ligado! Às vezes, a economia com o hotel resulta em gastos excessivos com transporte; a economia com o voo vai te render horas no aeroporto; a economia com o passeio vira transtorno com o excesso de pessoas no grupo…

ERRO #3 – CRIANÇA OU BEBÊ?

Outro erro muito comum é informar de forma errada a idade dos pequenos para o Agente de Viagens. Se liga! Bebê: tem de 0 a 1 ano e 11 meses; Criança: de 2 a 11 anos e 11 meses; Adulto: a partir de 12 anos. Lembre-se que você precisa considerar a idade que a pessoa terá durante a viagem, e não no momento da compra. Aqui, na Mala de Garupa, sempre pedimos a idade. Mas pode ser que o lugar onde você está solicitando o orçamento não o faça. Agora você já sabe direitinho como informar 🙂

ERRO #4 – TEMPORADAS DIFERENTES ENTRE OS ORÇAMENTOS

Você sabia que as tarifas mudam muito de uma época para outra? É muito comum você solicitar um orçamento para uma época de altíssima temporada no destino, e achar caro! Depois, passado um tempo, pode receber uma “promoção”, que está sendo ofertada para um período de baixa temporada. Cuidado para não ser injusto e achar que a primeira Agência tem um valor muito mais caro, quando, na verdade, o fato é que você está comparando preços para diferentes épocas do ano.

ERRO #5 – SOLICITAR ORÇAMENTOS EM DATAS MUITO DISTANTES

Este erro acaba estando atrelado ao erro anterior. As tarifas dos produtos e serviços geralmente são muito flutuantes. Se você solicitar um orçamento em uma Agência hoje, e solicitar outro, em outra Agência (ou pesquisar na internet), em outro dia, os valores podem ter mudado, para mais ou para menos. A comparação pode não estar sendo justa. O ideal é que você compare orçamentos feitos (ou ao menos solicitados) no mesmo dia.

ERRO #6 – NÃO CONSIDERAR AS FORMAS DE PAGAMENTO

Você pode estar com um valor menor em mãos, porém esse valor é para pagamento à vista ou no cartão de crédito, ou ainda para pagamento em poucas parcelas, e você só pode pagar parcelado em 10X no boleto. Ah! Você ainda precisa considerar se o parcelamento terá juros, que você pode não estar disposto a pagar.

Se liga em tuuudo isso e tenha uma excelente compra! 🙂

Um grande abraço e boa viagem!

#AprecieSeuDestino


5 Verdades Sobre a Compra ONLINE de Viagem!


Se você compra ou está pensando em comprar uma viagem ONLINE, dá uma olhada nesse post porque ele pode te ajudar! Lembrando que o meu objetivo não é fazer com que você deixe de comprar pela internet, nem transformar você de um comprador autônomo para um adepto das Agências de Viagens. O objetivo é mostrar algumas verdades para que você esteja mais informado na hora de tomar sua decisão 🙂

VERDADE #1 Nem sempre comprar pela internet é mais barato

É muuuito comum o pensamento de que os sites de compra SEMPRE têm os melhores preços. E isso não é verdade! Primeiro: você está comparando coisas diferentes. A compra na Agência inclui um serviço (pessoa lhe atendendo e te dando suporte), algo que não está embutido na compra online. Desta forma, pode ser sim que a Agência esteja com um valor um pouquinho maior, já que a pessoa que lhe prestará um serviço precisa (e deve!) ser remunerada.

Mesmo com isso do serviço, as Agências dispõem de uma série de mecanismos que muitas vezes garantem melhores preços. Existem tarifas aéreas especiais para agentes de viagens, destinos com voos fretados e voos com lugares bloqueados, que não aparecem na internet, poder de negociação (volume de vendas) que garantem melhores preços em algumas redes de hotéis, locadoras de veículos, companhias aéreas, prestadores de serviços, etc.

Acredito que esse mito de que Online é SEMPRE mais barato vem do fato de que você solicita um orçamento para uma Agência apenas uma vez, e aí fica vários dias de olho na internet. Aí, como as tarifas são flutuantes, você tem uma grande chance de encontrar um melhor preço em algum momento; e aí conclui que é mais barato! Além disso, quando é você quem está montando o pacote, você sabe se quer enfrentar ou não o hotel 2 estrelas que está no site de busca. Já a agência raramente oferecerá para você um hotel ruim ou um voo com várias horas de conexão. A única forma de “driblar” isso é manter contato com seu Agente, explicando tudo, do jeitinho que você quer 🙂

Resumindo! Não é sempre mais barato na internet e não é sempre mais barato na Agência de viagem! Para ser justo, compare as opções de maneira detalhada e leve em consideração o serviço do seu Agente.

Clique aqui para acessar nosso Guia “SEIS ERROS que você pode estar cometendo quando COMPARA orçamentos de viagem!”.

VERDADE #2 O suporte pós-compra geralmente é difícil e demorado na compra ONLINE

Se você comprou sozinho, pela internet, e alguma coisa der errado na sua viagem, como, por exemplo, a necessidade de cancelar ou alterar um voo, ou se você precisar de um suporte para esclarecer uma dúvida no trecho, na franquia da bagagem, ou o que quer que seja, se prepare para a dificuldade no atendimento! (isso se você for atendido). É o tal serviço que você adquire na compra com a Agência – a boa e velha PESSOA que irá te auxiliar em qualquer dificuldade.

VERDADE #3 NÃO é só a compra online que permite “comprar sem sair de casa”

Não é só pelos sites de busca que dá pra comprar sem sair de casa não! Assim como nós, aqui da Mala de Garupa, existem várias Agências que optam pelo formato de atendimento remoto – você informa tudo via WhatsApp, e-mail, telefone, Skype (o que preferir); e geralmente você terá horários bem especiais de atendimento, para poder comprar e ter suporte fora do seu horário de expediente. Você só terá que sair de casa para fechar sua viagem se VOCÊ assim desejar.

VERDADE #4 Os grandes sites de busca não permitem reserva

Você terá que realizar a compra se quiser garantir seu lugar ou preço naquele momento. Diferentemente dos sistemas utilizados pelas Agências, que permite reserva temporária para garantir lugares e preços enquanto você avalia com os demais viajantes se fecha ou não a viagem, os sites de busca não permitem – ao menos não sem custo. E aí você pode perder aquela tarifa, ou os lugares, enquanto avalia se compra ou não.

VERDADE #5 Existem muitos descontos e sites falsos na internet

Há algum tempo eu fiz alguns cadastros em sites que enviam promoções de voos, para entender o funcionamento, e até mesmo por curiosidade. E foram poucas as vezes que encontrei as tais mega promoções anunciadas na hora de comprar! “A tarifa expirou; não há essa tarifa para o local da sua partida”… são várias as justificativas para a promoção ter “sumido”. Então, não é porque um site diz que está com 10% de desconto, que ele realmente está com 10% de desconto. Faça outras pesquisas em outros sites de buscas e agências de viagens (preferencialmente no mesmo dia!) para ter certeza de que está tendo realmente um desconto ou se a propaganda não é só o empurrãozinho que você precisava para efetuar a compra. Quando o desconto só existe se você comprar a passagem + hotel, fique ligado! O desconto da passagem pode estar sendo cobrado na hospedagem! E muita atenção para sites falsos! São inúmeros os casos de passagens e pacotes de viagens falsos. Verifique a idoneidade do site, busque indicações. Fique atento!

RESUMINDO! É melhor comprar na internet ou na Agência de Viagens? Não existe uma resposta específica. Depende do seu perfil: se gosta de comprar tudo sozinho, mesmo sabendo que terá que se virar com possíveis problemas, o melhor para você é a compra online. Se você não abre mão de ter uma pessoa te auxiliando nas compras, nos roteiros e nos possíveis problemas, compre em uma Agência. E por que não mesclar os dois? Depende também da complexidade da viagem, dos roteiros… Quando você compara preços, procure verificar se está sendo justo! Veja se é o mesmo voo, mesmo hotel, mesmos serviços! Não é justo comparar coisas diferentes. Procure também comparar os valores no mesmo período. Evite comparar uma busca realizada hoje com uma realizada uma semana depois! Avalie a relação entre custo e benefício, considere o suporte, e fique atento a falsas promoções e falsos sites! 😉

Um grande abraço e boa viagem!

#AprecieSeuDestino


NÃO Faça um Seguro Viagem e Viaje Com a Pulga Atrás da Orelha!


Olá, viajante! Tudo bem com você?

Será que vale à pena fazer um Seguro Viagem? Vamos direto ao ponto!

Imagine que está chegando o tão esperado dia de fazer aquela viagem que você tanto batalhou e economizou para fazer; ou então, que você está no meio dela, e aí vem a notícia que um parente seu, muito próximo, faleceu (bate na madeira, pra isolar!). Você, provavelmente, precisará cancelar a viagem – se o fato ocorrer antes do início dela -, ou retornar antes do dia previsto; e isso tem custo! Por isso, é importante um Seguro que garanta reembolso em caso de cancelamento ou que garanta a remarcação/compra de novo bilhete aéreo para a volta antecipada.

Imagine agora que você está fazendo uma viagem e experimentando diferentes realidades, procedimentos, climas, fusos-horários e altitudes, aos quais não está acostumado, e isso altera seu ciclo biológico. Aí, vem a gripe, distúrbios hormonais, mal-estar, etc.; e você tem que ser hospitalizado ou comprar remédios. Então vêm as perguntas: meu plano de saúde vale aqui? Não tem SUS nesse país? 😱. Com crianças, é claro, esse risco é ainda maior.

Pode até ser pior! Já pensou uma pedra no rim “dar notícias” justamente enquanto você viaja? (Meu Deus, cirurgia!😱) E que tal uma dor de dente? Não quero nem pensar em um dente da frente quebrado (Dentista é muito caro, vou tirar minhas selfies sem sorrir!). Daí a importância de ter um Seguro com uma cobertura médica/odontológica adequada, que garanta que você não precise desembolsar valores gigantescos em caso de necessidade extrema. Ah! Fica ligado porque alguns Seguros não cobrem atendimento médico por doenças pré-existentes.

Internamentos e recomendação de repouso podem atrasar seu retorno, com necessidade de hospedagem extra e, novamente, remarcação de voo. Por isso o Seguro deve garantir reembolso de hospedagem não prevista. Aliás, a necessidade de hospedagem extra não é coisa rara. Em casos extremos, de condições climáticas adversas, por exemplo, o voo pode atrasar muitas horas, e até mesmo ser cancelado. E até você conseguir brigar e ter assistência da Cia aérea, seu banho já venceu e o cansaço bateu. Outro fato bem comum é o extravio de bagagem, e aí a seguradora pode te auxiliar com a cobrança junto à Cia aérea e te deixar informado a “toda hora”.

Isso não acontece com você? E se você estiver descendo de um carro, ou atravessando a rua, e torcer o pé!? Ou for atingido por um maluco que passa de bicicleta “rapidão” (hospital de novo!😱). Vamos mais além e imaginar que o cara que passou de bicicleta roubou e sua carteira, na qual estavam os documentos exigidos para seu regresso, ou então você os deixou cair quando atravessava a rua (E agora? Quem poderá me ajudar? Meu voo é amanhã!😱). Calma! Seu Seguro (se for adequado) irá te auxiliar com isso!

E não preciso nem falar que uma viagem de aventura ou de esportes têm um risco ainda maior (ops! Já falei!). Verifique como é a cobertura do Seguro em relação à pratica de esportes, escaladas, etc.

Foi espetacular chegarmos às Torres Del Paine, na Patagônia chilena. Porém, foram 9h30m de caminhada, com muuuitos trechos inclinadíssimos e com pedras soltas. Só com Seguro Viagem, não é mesmo?

Ahh, mas isso nunca aconteceu comigo! Sempre viajei e nunca tive esses problemas… sou uma pessoa de sorte! A gente sempre fala isso, até passar pela situação, não é mesmo?

Além disso, para alguns países o Seguro Viagem não é uma questão de escolha. Na Europa, por exemplo, a contratação do Seguro Viagem é obrigatória para os países que fazem parte do Tratado de Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suiça). Caso seja solicitado ao passageiro no momento de entrada no país a apólice de Seguro que contemple todas as coberturas exigidas, e o passageiro não realizou a contração, é aberta a possibilidade de compra diretamente no local, onde o valor é muito maior. Caso o passageiro não tenha condições de contratar a apólice, o mesmo será deportado para o Brasil.

Nossa, tem muuuito mais coisas que podem acontecer, mas sei que já estou sendo chata, hehehe. Quando idealizamos uma viagem, não pensamos em todos os imprevistos que podem ocorrer, não é mesmo? O valor de um Seguro é MUITO baixo em relação ao custo da sua viagem.

NÃO ESQUEÇA! O sucesso na utilização de um Seguro Viagem depende de 3 fatores: a Seguradora precisa ser de confiança, consolidada no mercado; a cobertura deve ser adequada ao destino/condições da viagem; o relacionamento da Seguradora e da Agência de Viagem/Corretor de Seguros deve ser boa e ágil. Não adianta a Seguradora ser boa e a cobertura adequada, se você tiver problemas no atendimento e com as burocracias da utilização. Ou seja, comprar um Seguro sozinho, pela internet, pode ser uma roubada.

Ah! Contrate o Seguro Viagem ANTES da ocorrência do problema (cancelamento da viagem, por exemplo). Se você contratar o Seguro depois, isso caracteriza fraude e as coberturas podem ser (e serão!) negadas! O ideal é contratar o Seguro junto com os demais produtos/serviços.

A tranquilidade não tem preço! Não leve a “pulga atrás da orelha” em sua viagem!

Viaje Tranquilo, mesmo que seja um simples voo nacional! 😉


O Que Fazer em Gramado e Canela – Os Principais Pontos Turísticos


Olá, viajante!!! Tudo bem aí com você? 🙂

Se você acompanha minhas postagens sobre Gramado e Canela já sabe que essas duas cidades são vizinhas e que ambas são imperdíveis, certo!? Por isso, considero obrigatório visitar os pontos turísticos das duas cidades – a menos que seu tempo no destino seja realmente muito curto. Separei os pontos turísticos por cidade, para facilitar a leitura. Vem comigo viajar um pouquinho por esse destino que é meu xodó!

PONTOS TURÍSTICOS DE GRAMADO

LAGO NEGRO – Aberto diariamente durante 24h e com entrada gratuita. Oferece passeio de pedalinhos (pago), bar, restaurante e loja de conveniências. Recebeu esse nome por conta das árvores plantadas à sua volta, trazidas da região da Floresta Negra, na Alemanha. A beleza é indiscutível. A água escura reflete a natureza exuberante e diversificada que o rodeia. De dezembro a fevereiro, as hortênsias tomam conta da paisagem, literalmente. Há uma pista que rodeia o lago inteiro, na qual você pode passear (a pé, de bike ou com carrinhos disponíveis no próprio local – pago) e tirar fotos, respirando muito ar puro na sombra da densa vegetação. Há também pontos para sentar e apreciar a paisagem. Não é raro ver grupinhos fazendo piqueniques ou em uma roda de violão ou sanfona. Encantador! Particularmente, considero um ponto turístico imperdível. Para mais informações, acesse o site da atração aqui.

MINI MUNDO – O parque surgiu de um sonho de uma família alemã que veio morar no Brasil em 1952 e que decidiu montar uma pequena área de lazer para seus netos brincarem mais. A ideia e o gosto pelos brinquedos foram crescendo, e originaram o tão conhecido parque temático de hoje. A família fundou também o famosíssimo Hotel Ritta Hoppner, o qual dispõe aos hospedes entrada franca e ilimitada ao parque. Você caminhará por réplicas de construções em miniatura em um lindo jardim ao ar livre, com ou sem auxílio de guia – você é quem decide. Castelos da antiga Europa, construções da Alemanha e Suíça, Igreja de São Francisco de Assis, de Ouro Preto-MG, Estação Ferroviária de São João Del Rey – MG e o famoso Museu do Ipiranga de São Paulo fazem parte das miniatúras. O parque está sempre inovando, e disponibiliza também loja de souvenirs, lanches e personagens infantis para fotos e animação da criançada. Obs.: dias com chuva forte podem comprometer o passeio.

Para mais informações, acesse o site da atração aqui.

IGREJA MATRIZ SÃO PEDRO, RUA COBERTA E PRAÇA MAJOR NICOLETI (CENTRO) – A Rua Coberta é a principal atração de Gramado – uma longa rua com restaurantes, bares, cafés e lojas, abrigada por um lindo e charmoso coberto. Fica junto à praça Nicoleti, a qual garante o merecido descanso aos turistas, em um ambiente naturalmente elegante, com bancos e muita sombra. Do outro lado da rua – a Av. Borges de Medeiros -, está a Igreja São Pedro, uma construção de pedra basalto, com vitrais criados por um artista alemão para contar a história de momentos importantes na vida do apóstolo. Aprecie a arquitetura e o clima de oração e fé, e ande à beira da fonte do jardim, na parte externa, para ver a representação esculpida dos 12 apóstolos. Bem do ladinho da igreja, confira o romantismo da fonte do amor eterno – à noite ela tem um charme particular – e reviva momentos do cinema no palácio dos festivais. Sugestão: consulte previamente horários de abertura e missas da igreja. Para mais informações, acesse aqui.

PARQUE DE NEVE SNOWLAND – Muitas pessoas procuram Gramado na expectativa de ver neve. O fenômeno não é raro na região, mas, infelizmente, está longe de ser comum. Mas calma!!! De qualquer forma, dá pra ver neve simmm o/ Gramado é dona da única montanha de neve do Brasil! (informação de 07/03/2018). Ela fica no parque de neve Snowland. São mais de 16 mil m² de muita diversão: pista de patinação, Simulador e cinema 7D, Ice games, Ice kids, praça de alimentação, mini galeria com opções gastronômicas e lojas, pub temático e espaço família, com fraldário e ambiente para amamentação, equipado com microondas e chaleira elétrica. A montanha de neve fica em um ambiente climatizado (temperaturas entre -5°C e -3 °C). Para acessá-lo, você deve vestir um traje apropriado, disponibilizado pelo parque. Depois, é só entrar e brincar na neve – tem atrações para adultos e crianças. Para quem quer algo mais profissional, tem aulas de Esqui e/ou Snowboard. Para os bem animados, ou para quem vai com crianças, sugiro reservar um dia inteiro para a atração. O maridão e eu, acomodados como somos, não passamos mais que 2 horas por lá. Saiba mais aqui.

ATRAÇÕES DREAMS – são 5 parques/museus, mas que não ficam no mesmo local. Museu do Automóvel – Hollywood Dream Cars: são carros raros e motos das mais famosas marcas das décadas de 50 e 60; Museu de Cera Dreamland: bonecos de cera de personalidades mundiais são destaques em dezessete cenários diferentes; Harley Motor Show: são mais de 20 motos Harley Davidson incrivelmente restauradas, abrangendo quase um século de modelos da marca; Salão Super Carros: é possível admirar de perto e inclusive dirigir dezenas das marcas mais desejadas do mundo. Tem também games e simuladores, loja e bar temático; Parque Vale dos Dinossauros (esse fica em Canela): ideal para as crianças, é uma área que relembra o Jurassic Park, cercada da mata nativa com dezenas de réplicas perfeitas dos dinossauros, com animação eletrônica de movimentos. Dica: se gostar de todas as atrações, adquira o ingresso combo, pois o preço de cada atração sairá mais em conta. Saiba mais sobre as atrações aqui.

PONTOS TURÍSTICOS DE CANELA

CATEDRAL DE PEDRA – A Catedral Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como Catedral de Pedra, é um templo católico, localizado no centro de Canela. Em 2010, foi eleita uma das sete maravilhas do Brasil, pelo portal de noticias Terra. Ela fica ainda mais encantadora à noite, quando é iluminada, dando um show de luzes coloridas. Nos arredores, você encontra aconchegantes opções gastronômicas. Dica: visite-a no final do dia, para apreciar as diferentes belezas que o dia e a noite lhes proporcionam. Para mais informações, acesse o site da atração aqui.

MUNDO A VAPOR – A famosa fachada da atração, com uma locomotiva atravessando a parede, é uma remontagem do trágico acidente ferroviário que ocorreu em 1895 na capital da França – Paris. O Mundo a Vapor surgiu na década de 50, pela família Urbani, quando o filho mais velho do casal, que trabalhava com o pai na oficina mecânica, montou suas primeiras miniaturas com as sobras dos materiais. A partir daí, a família construiu réplicas perfeitas de locomotivas que chegam a pesar mais de 10 toneladas. O mais encantador são as réplicas de olaria, pedreira, usinas e fábricas de papel e erva mate, que estão em pleno funcionamento. Você assiste e aprende sobre os processos de funcionamento e produção e ainda se diverte! E ainda tem trenzinho para as crianças e um ambiente temático para você tirar fotos “antigas”. Particularmente, amei demais essa atração! Saiba mais aqui.

PARQUE DO CARACOL – O parque fica a sete km do centro e conta com passeio em trilhas, cachoeiras e trem. O ponto forte é a Cascata do Caracol, maior simbolo natural da cidade e um cartão postal. Para os mais aventureiros – e com bom preparo físico – , é possível descer até a cachoeira por uma escada de 700 degraus (haja fôlego!). Para os mais acomodados, assim como eu, dá para admirar essa maravilha a partir do observatório (vista de 360°) ou do mirante. Há também outra opção incrível: os bondinhos aéreos – 12 bondinhos com cabine fechada, com tecnologia suíça, percorrem 840 metros para você apreciar a cascata e a natureza. Nesse passeio, há também uma atração para as crianças: a estação animal – esculturas reproduzem a aparência e também o som dos animais, permitindo ao visitante interagir com cada peça. Para mais informações, acesse: parque e bondinhos.

É isso, viajante! Se eu fosse falar de todos os pontos turísticos, você iria desistir da leitura gigantesca. Por isso, estão aqui apenas os principais. Logo farei outra matéria com pontos turísticos menos visados – mas não menos incríveis. E se você quer saber O que fazer em Gramado e Canela além dos pontos turísticos, acesse este post aqui.

Obrigada pela sua companhia nessa viagem 🙂 Até mais!!!

#MalaDeGarupa #AprecieSeuDestino


Gramado e Canela Além dos Tradicionais Pontos Turísticos


Mini mundo, cascata do caracol, lago negro, mundo a vapor, catedral de pedra… É claro que todos os tradicionais pontos turísticos de Gramado e Canela são imperdíveis! Mas eu, uma apaixonada assumida pela serra gaúcha, insisto que devemos também viver experiências especiais nesse destino romântico e acolhedor. Para isso, a sugestão é ficar pelo menos 3 dias inteiros por lá, ou ir mais de uma vez. O maridão e eu já fomos 3 vezes – e ainda não cansamos de ir.

CAMINHAR PELO CENTRO DE GRAMADO, SEM COMPROMISSO

Arquitetura, ruas charmosas, lojas, restaurantes, bistrôs, fábrica de chocolate, banquinhos, igreja, rua torta, praças, rua coberta… Tudo pela região central é atrativo. Por isso, simplesmente ande pelo centro, entre e sente onde bem entender. Dedique pelo menos metade de um dia e uma noite para isso. A cidade é extremamente segura e calma, e o centro é pequeno. Você pode andar à noite tendo consigo uma única preocupação: não querer mais ir embora desse lugar!

UMA EXPERIÊNCIA ESPECIAL NO LAGO NEGRO

A sugestão aqui é curtir o lago negro além dos tradicionais pedalinhos. Leve com você uma cesta de piquenique ou um simples vinho. Um cimarrão, também, quem sabe!? O final da tarde é especial para viver essa experiência. Busque por uma sombra que lhe agrade e aproveite muito cada minuto! No inverno passado, nós sentamos bem na beira do lago, com um tinto, e ficamos apreciando a paisagem e o pessoal divertindo-se em suas simples atividades de caminhada, fotografias e passeios de pedalinho.

UMA EXPERIÊNCIA ESPECIAL NO CENTRO DE GRAMADO

Aqui, a sugestão é bastante semelhante com a do lago negro, que descrevi acima. A diferença é que a noite é o momento perfeito para essa experiência mais central. Leve um vinho ou um chimarrão, ou compre um chocolate quente por lá mesmo, procure um banco e fique apreciando a arquitetura, as pessoas bonitas, o charmoso movimento da cidade e, não raro, um músico que se apresenta na calçada. Essa experiência torna-se especial no natal, com as luzes iluminando todos os cantinhos da cidade.

VISITE O LE JARDIM PARQUE DE LAVANDA

Esse é um lindo parque que geralmente não faz parte dos roteiros dos turistas. Lugar encantador, de uma natureza e beleza incríveis. São diversas espécies de plantas espalhadas pelo jardim, que atraem pássaros e borboletas. Há também uma recepção muito aconchegante, na qual você pode tomar um café, deliciar-se com uma torta de maçã e comprar souvenirs. Na primavera e verão a paisagem está mais bonita, cheia de flores, inclusive as de lavanda – espécie que dá nome ao parque. Já o outono e inverno proporcionam um charme especial para curtir o sol nos jardins, um café quentinho ou a lareira da recepção. Dias chuvosos talvez não sejam adequados ao passeio. Ah! Não é permitido fazer piquenique ou beber no parque(exceto o bom e velho chimarrão). É uma pena, mas também é compreensível, já que existem muitas espécies exóticas e sensíveis, que poderiam ser amassadas ou arrancadas acidentalmente.

TOUR CLÁSSICO – Que tal passear por Gramado e Canela num carro antigo?

Em um carro Ford Modelo A do ano de 1929, também conhecido popularmente como Ford Bigode, você fará um tour panorâmico e exclusivo, nos principais pontos turísticos de Gramado e Canela. O motorista, vestido a caráter, vai guiando os turistas pelas ruas e contando as histórias dos pontos turísticos, entre eles: a Igreja Matriz São Pedro, a Rua Coberta, a Rua Torta, o Museu do Cinema, o Lago Negro, Catedral de Canela, entre outros atrativos. Uma das coisas mais legais do passeio é que o motorista irá fotografar os passageiros nas paradas. O incrível Tour Clássico é oferecido pela ROCK Turismo, com exclusividade. O passeio dura aproximadamente 1 hora e 30 minutos e inclui transporte, fotografias (enviadas de forma digital) e acompanhamento de motorista caracterizado. Outro serviço oferecido é a condução para jantares nos principais restaurantes de Gramado e Canela. Cada tipo de serviço terá um valor diferente.

COMPRAS NA LOJA AVE MARIA, EM CANELA

Trata-se de uma loja de presentes culturais e artigos decorativos e religiosos. Olhando de fora, a loja parece pequena. Mas, ao entrar, a riqueza de produtos diferenciados e detalhes impecáveis chamam a atenção. A loja vai aumentando e impressionando a cada passo. O atendimento é impecável, a dona é muito conhecedora de todas as peças. Até o cheiro da loja é bom, já que lá você também encontra artigos de perfumaria para ambientes. Até o banheiro da loja é uma fofura. Nós resistimos à tentação e saímos de lá apenas com um candelabro e uma correntinha (presente para a sogra). Mas, se fosse pela vontade e bom gosto, teria sido bem fácil ter que sair de lá carregando tudo em um carrinho de mão!

ACONCHEGO COM CHEIRO DE CANELA NO BISTRÔ DO HOTEL PETIT CASA DA MONTANHA

O hotel, por si só, já é um charme. Ele fica no centro, bem pertinho da rua coberta, que é o ponto de referência da região central mais movimentada de Gramado. Mas você não precisa necessariamente estar hospedado no hotel para apreciá-lo. O bistrô do hotel é aberto ao público. É um espaço aconchegante, com aroma de canela e maçã, e repleto de delícias! Tem Waffle Belga (servido entre 16h e 20h), com sorvete, calda de chocolate e várias opções de geleia. Também tem chás, cafés, drinks, cereja artesanal, sanduíches, sopas, tortas e o famoso Strudel de maçã. O Bistrô abre já no café da manhã as 7h:30 e só fecha as 22h. Imperdível e delicioso!

VISITE O CENTRO DE CANELA À NOITE

Visitar o centro de canela para avistar a imponente Catedral de Pedra já é passeio consagrado na serra. Agora, o segredo que vou compartilhar com você é para que faça essa visita no final da tarde. Assim, você poderá ter a vista da catedral durante o dia e poderá encantar-se com o show de luzes que ela recebe à noite, com uma diversidade de cores de tirar o fôlego. Depois de apreciar a beleza da catedral até “dizer chega”, você pode perambular pelas ruas do centro, escolhendo um bistrô, restaurante ou pizzaria para aproveitar as delícias típicas da serra. Até um simples chocolate quente em frente à catedral fica especial. Não é mesmo?

VIVA AS SUAS PRÓPRIAS EXPERIÊNCIAS

Apesar de todas as sugestões acima, não deixe de viver e inventar suas próprias experiências na serra gaúcha. Você verá que qualquer cantinho tem seu charme e romantismo, basta apenas a sua criatividade “entrar em ação”. Viva Gramado e Canela além das simples visitas aos tradicionais pontos turísticos!


APRECIE SEU DESTINO – Que papo é esse, afinal?


Sempre esteve claro para nós, aqui da Mala de Garupa, aquilo que buscamos em nossas “andanças”, seja em um simples passeio ou em uma grande viagem. Mas não conseguíamos expressar isso em uma palavra, frase ou termo, para divulgar a ideia a quem interessasse. Já tínhamos cogitado: roteiros românticos, roteiros personalizados, roteiros autênticos… Mas nada se encaixava naquilo que realmente amamos fazer e sentir em tudo o que fazemos.

Então, no dia 13/11/2017, nos aventuramos pela inóspita Patagônia chilena, ao lado da nossa querida amiga, também do ramo de agenciamento de viagens, Daniela Araújo. Estávamos em Punta Arenas, em frente ao pacífico, em uma casa linda e inspiradora, quando contamos tal história para ela. De imediato, ela nos disse: “vamos relaxar, abrir um vinho e escrever em guardanapos todas as palavras que vierem à cabeça de vocês quando pensarem em viajar” (sim! tinha que ser em guardanapos, segundo ela). TOPAMOS! Até porque havia um vinho envolvido no processo.

Foi uma enxurrada de palavras, muitas até desconexas. Depois de algumas taças do tinto, decidimos ler tudo em voz alta. Quando eu estava no meio da leitura, a Dani disse: “apreciação… destinos de apreciação”. Nossa!!! Uauu!!! Era tão óbvio e perfeito que eu “disse”, mentalmente: como é que não pensei nisso antes? – À Dani, nossa eterna gratidão!

APRECIAÇÃO. É exatamente o que buscamos quando fazemos toda e qualquer coisa, até mesmo ao escolher uma série na TV. Em um destino não poderia ser diferente – apreciar sua cultura, suas comidas típicas, sua música e, claro, seus pontos turísticos.

Mas, como assim? Como incluir apreciação em meus roteiros? Simples: abra um vinho ou tome um mate no Lago Negro, em Gramado! Ande de carro, ou caminhe, apreciando a natureza impactante da Patagônia, e pare em qualquer cantinho que te emocione! Fique hospedado com vista para a cordilheira, em Santiago do Chile! Abra um espumante, no final da tarde, em uma pousada de frente para o mar, em Porto de Galinhas! Troque o McDonald’s por bebidas e pratos típicos! Vá a um local com músicas típicas do país ou região… APRECIAR! É nisso que acreditamos! É isso que nos move! 💖🍃

E é isso que queremos para você!

#aprecieseudestino #maladegarupa #modochileativar


Isla Negra e Pomaire – Um Passeio Encantador no Chile


Isla Negra e Pomaire foi, com certeza, o passeio mais encantador que fizemos a partir de Santiago, em novembro de 2017. É um passeio de dia inteiro, e o caminho até lá já tem suas belezas. É possível ir admirando as mudanças na paisagem, as montanhas e as fofíssimas e instigantes Animitas – uma espécie de templo para veneração religiosa a pessoas que perderam suas vidas em acidentes nas estradas.

Visitamos primeiro Isla Negra, uma área costeira em El Quisco, a cerca de 114 km de Santiago, conhecida por ter sido o lar do poeta chileno Pablo Neruda, que lá morava, até sua morte, em 1973. A casa foi rebatizada Isla Negra porque ali o poeta se sentia ilhado para criar. E o nome da casa acabou designando esse trechinho da costa de El Quisco. O poeta tinha mais duas casas: La Chascona, em Santiago, e La Sebastiana, em Valparaíso. Todas tornaram-se museus, sendo bem visitadas durante todo o ano. Porém, a casa em Isla Negra é considerada a mais bela, brindada por uma linda vista do oceano pacífico.

Ao chegar à casa museu, você paga a entrada e é informado de seu horário de visitação. No nosso caso, havia um grupo visitando a casa e esperamos por uma hora e meia, mas nem vimos o tempo passar. Aproveitamos para tomar um café no restaurante El Rincón Del Poeta, que fica anexo à casa. O restaurante tem uma área com mesas ao ar livre, com uma vista incrível para o pacífico. Pedimos café e ovos mexidos com queijo – quem vem com um pãozinho incrível, junto. Adicione um pouco do divino azeite de oliva que já fica em cima da mesa e delicie-se (deu água na boca aqui). O restaurante possui várias opções de bebidas e comidas, para lanche ou almoço.

Os tours pela casa são divididos em grupos. Cada pessoa recebe um aparelho, semelhante à um telefone antigo, no qual há uma gravação na língua desejada. Em todos os cômodos, há um número específico que você deve apertar no aparelho para ouvir sua história e a explicação sobre os objetos. Ou seja, você ouve no seu tempo, olhando tudo no momento que quiser (é claro que não dá para passar o dia todo por lá, rsrs).

A casa é linda e romântica! Cada detalhe foi pensado de maneira peculiar e cada peça tem uma história. O poeta era um grande amante do mar e teve também uma forte influência de seu pai, que era ferroviário. Desta forma, os cômodos da casa lembram, ora o interior de um navio; ora o interior de um vagão de trem. Todos os cômodos proporcionam uma vista incrível do oceano, especialmente o quarto que era do poeta, que fica na parte de cima da casa. Neruda também adorava colecionar artefatos do mundo inteiro, e muitos amigos o presenteavam com objetos, que também entravam para a decoração ou coleção. São estátuas, garrafas, taças, mapas, mascarões de proa de barcos antigos, coleções de insetos, borboletas, conchas do mar…

O jardim da casa é puro charme. Uma mistura de natureza e detalhes náuticos, tudo com um certo ar de melancolia. Como fomos na primavera, as flores estavam divinas, tomando conta de toda a paisagem.

Na parte do jardim mais próxima do mar está o túmulo que abriga os restos mortais do poeta e de sua amada, Matilde. O jazigo, é claro, também carrega características náuticas, imitando a proa de um navio. Descendo até a bela praia, há um “moai” (escultura inspirada na cultura rapa nui da Ilha de Páscoa), esculpido em uma das rochas, no formato da cabeça do poeta, observando o mar.

Depois da visita à casa museu, seguimos para Pomaire, uma cidadezinha minúscula, famosa por seu artesanato em greda (argila preta) e suas gigantes e deliciosas empanadas – já foi parar até no livro dos recordes, como a maior empanada do mundo, com meio quilo. Chegamos por volta das 14:00 horas e fomos direto para o restaurante Los Naranjos, o qual tem um ambiente bem amplo, bonito, com uma decoração bem típica chilena. Comi a tradicional empanada, que estava uma delícia! O maridão provou (pasmem!) o prato Pietras com papas – um enchido (ou embutido) sem carne, recheado principalmente com sangue e gordura de porco e farinha ou arroz (eca!), servido com batatas cozidas.

Depois do almoço, andamos pelas ruas, entrando e saindo das lojinhas de artesanato – tomando sempre muito cuidado para não pisar em algum dos cachorros que dormem tranquilamente pelas calçadas. São várias lojas, uma do lado da outra, e são os próprios vendedores que produzem as peças – de copos, panelas e pratos, até figuras zoomórficas e peças modernas. Nós adoramos esse tipo de passeio, que proporciona um “mergulho” na cultura do lugar. Visitamos também um restaurante lindíssimo que encontramos pelo caminho, que nos encantou, chamado La Chingana. Se tudo der certo, na próxima visita almoçaremos por lá 🙂

Foi um passeio encantador! Talvez não seja muito indicado para crianças, por não ter muita diversão. Para adultos e idosos, consideramos um passeio imperdível, especialmente durante a primavera e o verão, quando os passeios tradicionais, como o Valle Nevado, estão fechados em Santiago. Fizemos o passeio em um dia de semana e havia pouco movimento nos dois lugares. Para não ser pego de surpresa, consulte sobre o período em que você pretende fazer o passeio, para saber se há previsão de maior movimentação. Aos finais de semana, Pomaire é um destino muito visado pelos santiaguinos, que vão em busca de comidas diferentes, artesanato e sossego.

Programe-se e aprecie seu destino 🙂


Gramado e Canela – Onde ficar?


Olá, viajante. Tudo certinho?

Planejando ir a Gramado e Canela, mas não sabe onde ficar? Pois é, eu já passei pelos mesmos “dilemas” que você está enfrentando agora: ficar em Gramado ou em Canela? Será que ficar no centro fará diferença na minha viagem? Mas será que é mais caro? Se eu ficar mais distante do centro, fica muito difícil chegar até ele? Em meio a tantas perguntas, você fica com aquela cara tipo:

Calma! Vem comigo nesse post e se liga nas sugestões 🙂

Gramado e Canela são duas pequenas cidades que ficam muito próximas. Para ir de uma para a outra basta percorrer 7 km pela Av. das Hortênsias. Independente de onde ficar, é obrigatório conhecer as duas cidades. Cada uma tem seu charme particular e ambas possuem pontos turísticos famosos e incríveis.

Gramado Canela

Canela é uma cidade um pouco mais bucólica, com mais cara de interior, e extremamente charmosa. Geralmente, tem opções de hospedagens mais baratas. O centro da cidade é relativamente calmo à noite, pois a quantidade de restaurantes e lojas é um pouco mais restrita. Gramado é mais glamourosa, com uma arquitetura que “te leva” para a Europa. A quantidade de hotéis e pousadas é maior e o centro da cidade é mais badalado, tendo inúmeras opções de restaurantes e lojas.

Nas duas cidades há opções para todos os gostos: hospedagens mais retiradas, com maior sossego e contato com a natureza; opções que conciliam natureza e proximidade com o centro; e opções bem centrais. Os preços variam de acordo com o luxo e os serviços oferecidos pela hospedagem. É claro que se compararmos hotéis com mesmo padrão de conforto, geralmente os mais centrais ficam mais caros.

Além de considerar sua preferência e o quanto quer (ou pode) gastar, considere também sua locomoção pelas cidades. Se o seu objetivo é ter o maior contato possível com os restaurantes e comércio, e quer sair a pé, até mesmo à noite, e andar livremente escolhendo impulsivamente onde comer ou comprar, não pense duas vezes: fique no centro. Se você está de carro e não se importa em rodar um pouquinho para encontrar um estacionamento (sobretudo em períodos de alta temporada), ou se está a pé e não se importa em pegar taxi/uber, dá pra ficar mais afastado do centro, até porque as cidades são pequenas, sendo possível atravessá-las facilmente de carro.

Meu marido e eu já fomos três vezes para a região das Serras Gaúchas. Somos fãs assumidos das duas cidades, mas confesso que temos um carinho especial por Gramado. Já ficamos em diferentes tipos de hospedagem por lá, mas sempre com o objetivo de ter o maior contato possível com a região central à noite. Neste caso, nas vezes em que ficamos mais afastados do centro nos arrependemos um pouco, pelo fato de ficarmos muito dependentes do carro para qualquer saidinha. Para nossa próxima visita planejamos dividir os dias entre três propostas diferentes: centro de Gramado; Canela (já que nunca ficamos hospedados por lá) e alguma opção mais afastada, para curtir as deslumbrantes paisagens e muito sossego.

São inúmeras as opções de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. As redes Laghetto e Prodigy são muito bem conceituadas na região, tendo várias opções espalhadas pelas cidades, em diferentes localizações.

Hotel Laghetto Toscana

Além dos hotéis das duas redes citadas acima, na região central os hotéis Casa da Montanha, Petit Casa da Montanha, Wish Serrano Resort, Recanto da Serra e Serra Azul, são referência. Para quem gosta de menos glamour e mais charme e aconchego, a Pousada do Verde é uma excelente opção. Se quiser hospedagens um pouco mais afastadas do centro, os hotéis Ritta Hoppner, Sky, Master Premium Gramado, Alpestre e a Estalagem St. Hubertus são muitíssimo bem recomendados. Para quem quer uma opção charmosa e mais em conta, o Hotel Provence e a pousada Recanto da Ladeira são ótimas pedidas.

Pousada do Verde

Agora, se o dinheiro não é problema para você viver momentos românticos e personalizados e curtir vistas incríveis, o hotel Saint Andrews Gramado deve ser a sua opção. Ele é considerado um dos mais luxuosos do Brasil, com arquitetura inspirada nos castelos europeus (porém, não aceita menores de 14 anos). Maaas, prepara o bolso aí, gente! E não esquece de reservar com MUITA antecedência.

Hotel Saint Andrews - Um dos mais luxuosos do Brasil

Hotel Saint Andrews – Um dos mais luxuosos do Brasil

Em Canela, as pousadas predominam. Na região mais central, a Cravo e Canela, a Doce Canela e a Perfume de Canela são puro charme e aconchego, em estilo europeu. Os hotéis Continental Canela e Klein Ville Canela também são ótimas opções. Para um maior contato com a natureza, tem a Pousada Floresta Negra, tipicamente familiar, situada em meio à mata nativa. Tem também a pousada Pinhão e Poesia, que possibilita proximidade com o centro e contato com a natureza.

Pousada doce Canela

Quero deixar claro aqui que eu citei algumas das opções mais conhecidas e também levei em consideração meu gosto pessoal. Mas não é só isso, não! Tem muitas opções, mas muitas mesmo! Meu intuito aqui foi tentar facilitar um pouquinho sua decisão. Espero ter ajudado!

Independente de onde pretende ficar, não deixe de ir!!!


Assentos de Avião – Como escolher?


Pois é, como escolher? ✈

Parece algo tão simples e sem importância, não é mesmo? Porém, a escolha do assento pode definir o que você enfrentará no seu voo, especialmente se ele for longo!

Se você GOSTA de…

PAISAGENS: se você gosta de olhar (ou fotografar) o que se passa lá fora da aeronave (tanto durante o dia, quanto à noite – luzes das cidades), sente-se ao lado da janela, nas primeiras ou nas últimas filas, para evitar que as asas ou fuselagem obstruam sua visão;

ATENDIMENTO RÁPIDO: fique na par

te dianteira do avião, pois, normalmente, o serviço de bordo começa por lá;

MAIS ESPAÇO: prefira uma poltrona da primeira ala ou próxima às saídas de emergência, elas têm um pouquinho mais de espaço. Poltronas no corredor não são mais espaçosas, mas a sensação de “aperto” é menor. Se optar por um lugar onde haja um assento desocupado ao lado, assegure-se apenas de que o braço divisório naquela aeronave é móvel, caso contrário o desconforto será o mesmo. Se você estiver disposto, dá pra pagar um extra para ter uma poltrona um pouco maior.

EMBARCAR OU DESEMBARCAR RAPIDAMENTE: para embarcar rapidamente, opte pelas últimas poltronas. Os passageiros desses assentos são os primeiros a entrar; porém, são os últimos a desembarcar, portanto, a recíproca é verdadeira;

ESPAÇO PARA BAGAGEM: um lugar no fundo da aeronave é a melhor opção. Quem embarca primeiro encontra os bagageiros livres;

SOSSEGO: prefira as poltronas das janelas, onde não haverá ninguém te incomodando para passar e também não há fluxo de pessoas ao lado; opte também por lugares mais centrais, longe do banheiro e cozinha;

CAMINHAR DE VEZ EM QUANDO: fique no corredor, para poder levantar mais livremente, sem incomodar as pessoas ao lado.

Se você NÃO GOSTA de…

BARULHO: fique entre as fileiras 5 e 9, que ficam longe das asas, da cozinha e do banheiro;

CRIANÇAS POR PERTO: prefira uma poltrona depois da quinta fila, pois os bebês normalmente viajam nas primeiras;

CAUSAR INCÔMODO: escolha um assento no corredor. Se precisar levantar, você não incomodará as pessoas ao seu lado;

FRIO: fique mais ao fundo. Essa é a região menos fria, pois tem menos fluxo de ar.

MOVIMENTO AO REDOR: viaje ao lado da janela, onde há menor movimentação e onde ninguém irá lhe pedir licença para passar.

Se você enjoa com facilidade, opte pelas fileiras que ficam entre as asas, onde há mais estabilidade.

E se, assim como eu, você é um medroso de plantão, sugiro que fique na janela, em uma das fileiras da asa. Parece besteira, mas olhar para a asa dá mais noção do que está acontecendo “lá fora”, rsrs!

Escolha o que for melhor para você e boa viagem!!! ✈


Gramado e Canela – Como chegar?


Olá, viajante!!

Vai a Gramado & Canela, mas não sabe como? Então, vem comigo descobrir! 🙂

Para quem não está próximo destas cidades, ir de avião é a opção mais confortável e rápida. Também é a melhor opção quando o tempo disponível para a viagem é curto (em finais de semana e feriados, por exemplo), pois o ideal é permanecer no mínimo 2 dias inteiros por lá para poder aproveitar as principais atrações e conhecer a gastronomia local. Para quem está um pouco mais próximo e/ou dispõe de mais tempo, o carro é uma ótima opção, pois proporciona mais autonomia e mobilidade nas cidades, sem precisar alugar um carro. Para quem está próximo mas não tem carro ou não gosta de dirigir, o ônibus é uma ótima opção (e geralmente mais barata).

De avião

Os aeroportos mais próximos ficam em Porto Alegre – Aeroporto Internacional Salgado Filho, que fica a cerca de 105 km de Gramado (aproximadamente 2 horas de carro); e em Caxias do Sul – Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, que fica a cerca de 70 km de Gramado (aproximadamente 1h20 de carro). Como Canela é vizinha de Gramado, as distâncias e o tempo de viagem são praticamente os mesmos. Apesar de o aeroporto de Caxias do Sul ficar mais próximo dos destinos, os voos para lá são mais restritos e quase sempre muito mais caros. Além disso, o aeroporto de Porto Alegre tem melhor estrutura.

Em ambas as cidades, para sair do aeroporto e ir a Gramado & Canela é possível contratar serviço de transfer ou alugar um carro (indico muito alugar um carro, já que o preço é semelhante à contratação de transfer e garante maior mobilidade no destino). Se você quiser um meio mais barato, basta utilizar o ônibus da empresa Citral. Em Porto Alegre, há uma linha (Executivo) que passa pela Rodoviária e, em seguida, pelo Aeroporto (tanto na ida quanto na volta). Mas atenção: é preciso comprar a passagem pelo site da Citral e retirar o voucher no aeroporto. Já em Caxias do Sul, é preciso ir até a rodoviária para pegar o ônibus. Para os dois casos, há várias opções de horários durante o dia, consulte no site da Citral. Fique atento aos horários de seu voo. No sentido Canela/Gramado até Porto Alegre/Caxias do Sul, sugiro que o horário do transfer seja de pelo menos 04 horas de antecedência ao check-in do seu voo. E lembre-se: como a região é de serra, com chuva ou neblina a viagem pode ser mais demorada.

Tempo de voo para Porto Alegre (voos diretos)

Curitiba: 1h15

Florianópolis: 1h

São Paulo: 1h30

Brasília: 2h30

Salvador: 6h

De ônibus

As Rodoviárias Municipais de Gramado e de Canela ficam em pontos centrais das cidades e recebem ônibus de Porto Alegre e Caxias do Sul em vários horários do dia (leia no tópico acima como é o transporte de ônibus de Porto Alegre até Gramado e Canela).

Também chegam ônibus de cidades como São Paulo, Curitiba e Santa Catarina.
Não se esqueça de que o fluxo de turistas é maior em períodos de alta temporada e vésperas de feriado, portanto não deixe para comprar sua passagem de última hora. Há pontos de taxi em frente à rodoviária, tanto em Canela como em Gramado.

De carro

A depender da sua região de origem, são várias as opções para chegar a Gramado & Canela de carro. Sugiro a utilização de GPS e de mapas para uma melhor localização. Saindo de Curitiba, são 730 km indo pela BR-101.

Partindo de Porto Alegre, as principais opções são:

– Via Gravataí e Taquara: Você passa pela BR-101, depois pela RS-020 até Taquara e segue pela RS-115 até Gramado.
– Via Novo Hamburgo, principal rota entre Porto Alegre e Gramado: saia da capital pela BR-290 e tome a BR-116, que segue até Novo Hamburgo. Em frente, você deve pegar a RS-239 e daí, para Gramado, pegue a RS-115. Essa opção é mais utilizada entre os turistas que chegam ao aeroporto e vão para Gramado.

Independente de onde esteja saindo, consulte sempre a existência de pedágios, que normalmente exigem dinheiro em espécie para o pagamento.

OBS.: Considerando que em Porto Alegre a quantidade de locadoras de carros é maior, escolha alugar um veículo já na capital. Você pode alugar um carro em Gramado e Canela apenas para passear por lá, mas as restrições serão maiores e a disponibilidade de carros, menor. Neste caso, é sempre melhor reservar com antecedência.

-> Para ir de Gramado à Canela é necessário percorrer 7 km pela Av. das Hortênsias, que une as duas cidades. A avenida é super bonita e iluminada, o que faz o deslocamento entre as cidades passar “em um piscar de olhos”.

Veja também: Gramado e Canela – Quando ir?